Grace Évora comemorou 30 Anos de Carreira no Coliseu de Lisboa

No passado dia 7 de julho, sábado, o músico cabo-verdiano Grace Évora subiu ao palco de um Coliseu dos Recreios lotado para celebrar com Amigos os seus 30 anos de carreira. Ele que se radicou na Holanda, começou como baterista, descobriu mais tarde o talento para cantar, integrou duas das maiores bandas cabo-verdianas – Livity e Splash – e tornou-se uma das maiores referências do Cabo-Love, tendo inspirado inúmeros artistas e conquistado uma legião de fãs por toda a lusofonia.

Na plateia uma enorme bandeira de Cabo Verde e um público tranversal em idade, género e raça aguardavam por Grace e a sua mítica banda. O espetáculo contou com uma breve introdução do moçambicano Big Boss e eis que surgem Johnny Fonseca (guitarra); Danilo Tavares (baixo); Manu Soares (teclado); Djoy Delgado (teclado); Aristoteles Nascimento (bateria); Miroca Paris (percussão); Laise Sanches e Marise Barbosa (coros) e o homem da noite, Grace Évora, de blazer branco, calça branca e uma “Fema Especial”, tema que integra o álbum “Aventura” e que abriu o concerto.
Num ápice já a famosa bandeira estava no palco. Grace fez questão de a estender para todos a pudessem ver.

 

Foto: Áurea Fernandes / Global Zouk Galaxy

Muitos foram os convidados (ou melhor, Amigos) que passaram pelo palco. A cabo-verdiana Dina Medina (foto acima), colega de longa data, foi a primeira. De seguida, Dynamo. Juntos cantaram o tema de sucesso “Cab-Verdiana”, do recém-lançado álbum “2069”. Seguiram-se Zé Delgado (X-Treme); Micas Cabral; Lejemea, Beto Dias; Maya Cool – para uma incrível performance do clássico “Junta Ma Nos”; Nancy Vieira e ainda os músicos e produtores Djim Job e Kalu Monteiro.

Grace fez uma viagem pela sua já longa discografia de sucesso, enquanto o público acompanhava entusiasticamente. Para delírio dos fãs, Grace e a banda homenagearam míticos coletivos da música cabo-verdiana como Os Tubarões; Rabelados; Cabo Verde Show; Bulimundo; Splash e Livity. “Foram uma escola para todos nós!” disse. O público vibrava e não se coibia de levantar-se das cadeiras para dançar. Fãs mais afoitos corriam até à frente do palco na esperança de conseguir um aperto de mão do seu ídolo. Que não negou nenhum.

Grace fechou o espetáculo com o seu maior sucesso, “Lolita”, e com todos os seus Amigos em palco, que dividiam atenção do público com a bandeira de Cabo Verde e a bandeira de Moçambique.

 

Foto: Áurea Fernandes / Global Zouk Galaxy

Mais fotos e vídeos no Instagram da Global Zouk Galaxy


Por: Nilton Martins
Fotos: Áurea Fernandes
Encontra-nos aqui:
Website http://globalzoukgalaxy.com
GZG Radio App https://bit.ly/gzgradioappstore
Facebook https://facebook.com/globalzoukgalaxy
Instagram https://instagram.com/globalzoukgalaxy
Instagram https://instagram.com/gzgradio
Twitter https://twitter.com/officialgzg
YouTube https://youtube.com/globalzoukgalaxy
Spotify https://spoti.fi/2CPjxKM

(2667)

Grace Évora comemorou 30 Anos de Carreira no Coliseu de Lisboa

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>